Da natureza à pele

 Uma I&D totalmente integrada

Image
R&D dermo-cosmetics at Pierre Fabre
Inventores da dermocosmética há cerca de 60 anos, criamos e desenvolvemos produtos de cuidados dermocosméticos de elevado valor acrescentado, que atuam promovendo simultaneamente a saúde e a beleza da pele e do cabelo.

Uma expertise P&D desde 1974  

O grupo Pierre Fabre é, ao mesmo tempo um botânico, um agricultor e um fabricante das suas marcas (A-Derma, Ducray, Eau Thermale Avène, Elancyl, Galénic, Klorane, René Furterer). 

Esta originalidade na indústria cosmética permite-nos dominar o ciclo de vida dos produtos, desde a planta até à pele e ao cabelo, saudáveis ou danificados. 

Com 6 centros de pesquisa em França e mais de 300 especialistas em investigação dermocosmética, o grupo identifica novos alvos, desenvolvendo novos extratos naturais e cria novas texturas. 

Os números da P&D dermocosmética

0%

de volume de negócios dermocosméticos investido em P&D em 2017

0

novas fórmulas desenvolvidas em 2018

0

famílias de patentes solicitadas em 2018

0

especialistas dedicados à P&D Dermocosmética

0

centros de P&D em França 

0

centros de inovação a nível internacional: Japão e Brasil

Image
Pierre Fabre Research Development dermocosmetics

Uma cadeia de conhecimento e de experiências

Os especialistas em P&D dermocosmética do grupo Pierre Fabre colocam o seu talento ao serviço de :

  • O conhecimento da pele, dos cabelos, das plantas,
  • da arte da formulação,
  • do desenvolvimento dos recipientes, 
  • da avaliação científica dos componentes e dos produtos finais,
  • do conhecimento da diversidade das populações e das suas necessidades específicas

O conhecimento da pele, dos cabelos e das plantas

Image
expert de la peau Pierre Fabre

Perita em pele desde 1974

A primeira equipa de pesquisa Pierre Fabre que associa a cosmética e a dermatologia, nasceu em Castres em 1974.

Começou desde logo trabalhos sobre a fisiologia da pele. Rapidamente acumulou conhecimento e tornou-se perita da epiderme e particularmente em fotoproteção, envelhecimento cutâneo, e também microbioma.

Um conhecimento profundo que foi objeto, em 2018, de mais de 30 publicações científicas em revistas do comité de leitura.