Um estatuto rigoroso de desenvolvimento dermocosmético

Image
vigoulet experiences visuel charte stricte

Quando desenvolvemos uma fórmula, se encontramos o menor problema que seja durante os testes, não há o que fazer : o produto não é comercializado e volta ao início. A segurança é a nossa prioridade e cada produto chega ao mercado com a garantia absoluta de ser seguro em condições normais de utilização.

Image
Estatuto de desenvolvimento dercosmetico

Pierre-Jacques Ferret, Diretor da Toxicologia e da Cosmetovigilância, explica a forma como um produto dermocosmético é desenvolvido na Pierre Fabre

 

Como o grupo Pierre Fabre desenvolve produtos seguros? 

A confiança de nossos consumidores e a garantia de que todos nossos produtos são seguros são essenciais. É por isso que a avaliação da segurança dos nossos produtos se articula, há mais de 50 anos, em torno de 3 tipos de análises conduzidas com o máximo rigor. 
 

 

Como seleciona e avalia os componentes? 

Na Pierre Fabre, utilizamos componentes que são objeto de uma avaliação rigorosa pelos nossos peritos científicos, guiados pelo Regulamento Cosmético Europeu (na Europa, mais de 1300 componentes são proibidos ao contrário de cerca de apenas trinta nos Estados Unidos).

Assim, para cada componente, é avaliado um conjunto de critérios:

  • a natureza do componente
  • a concentração do componente no produto que entrará em contacto com a pele
  • o tempo de contacto, que depende do tipo de produto (lavado ou não lavado)
  • a categoria de produto (rosto, corpo) e, assim a superfície de exposição
  • o alvo com atenção especial para as populações chamadas “sensíveis”, ou seja, os bebés, as crianças, as mulheres grávidas e as peles patológicas
  • o condicionamento e o modo de aplicação

 

Como garante a inocuidade das fórmulas desenvolvidas para a dermocosmética?

Os nossos cuidados dermocosméticos não fogem às regras fundamentais de rigor médico e farmacêutico que impõem que nada seja afirmado que não se possa comprovar. 

Para garantir a segurança e a inocuidade de todas as nossas fórmulas, realizamos controlos particularmente rigorosos, para além das exigências europeias:

  • Testes in vitro pré-clínicos
  • Testes in vivo, de tolerância clínica:
    • Teste de sensibilização em condição maximizada de exposição sob controlo médico,
    • Teste de tolerância cutânea e/ou ocular em condições normais de utilização, sob controlo dermatológico e/ou oftálmico e/ou pediátrico.
Image
Portrait de Pierre-Jacques Ferret

Por exemplo, durante o seu desenvolvimento e o seu fabrico, são realizados 756 testes num produto Cosmética Estéril destinado ao bebé com pele atópica. Todos os anos, realizamos até 1050 estudos clínicos, realizados por mais de 70 especialistas

Pierre-Jacques FERRET
Diretor da Toxicologia e Cosmetovigiância do grupo Pierre Fabre
Image
en tete charte stricte

Como consegue seguir a segurança dos produtos após a sua comercialização?

Esta vigilância é realizada pelo nosso serviço de cosmetovigilância composto por especialistas. Esta rede de peritos segue e reavalia, de modo contínuo, a segurança dos produtos : ela recolhe, valida e analisa através de rigorosas e reconhecidas metodologias, os acontecimentos indesejáveis associados à utilização de um produto cosmético e recolhe qualquer elemento suscetível de fazer progredir o produto.